O Bolsa-família foi criado originalmente por FHC e a Estabilização da Economia, que permite vida melhor e MELHOR RENDA aos brasileiros mais pobres
é OBRA DE ITAMAR E FHC!

- O que não se perdoa ao Presidente FHC é o seu Sucesso! -

Aos Blogueiros Decentes
Ainda que teus passos pareçam inúteis, vai abrindo caminhos,
como a água que desce cantando da montanha. Outros te seguirão...
(Saint-Exupéry)


22 de março de 2009

Mudou...!

"Mudou...” (autor desconhecido)

Quem tem mais de 50 sabe a barra que foi mudar os conceitos de várias gerações.
E quase todos lutaram por mudanças sem abrir mão da dignidade e da honestidade!
Isso... Mudou!

Em 50 anos tiraram a filosofia da educação básica, e como o pensamento era reprimido pela revolução, tudo virou libertação.
Pedagogia da libertação, Teologia da libertação, Psicologia da libertação...
Deu no que deu:
Burrice liberada!
Burrice propagada!
Burrice eleita!

Respeito aos professores, à Pátria e aos semelhantes era conduta obrigatória.
Então... empresas de ensino caça-níqueis, buscaram vítimas ingênuas e formaram bacharéis. Pobres coitados, reféns da falência total do ensino.
Hoje alunos ameaçam professores, todos reféns de ensino de péssima qualidade. Sem estímulo, professores fazem de conta que ensinam a alunos que fazem de conta que aprendem.
E os alunos, desqualificados analfabetos, futuros medíocres sabedores de tudo, engrossam o desemprego ou se deixam seduzir por drogas ou pela marginalidade...
Muitos escolhem a política para compensar seu fracasso pessoal em amealhar riqueza e, assim, acabam “administrando” a vida de todos.
E ficam cada vez mais ricos... mais ricos... e mais ricos...

Para as pessoas de mais de 50 anos, palhaços eram o Carequinha e o Arrelia.
Hoje os palhaços e os patetas somos todos nós!
Inclusive os que aceitam e se beneficiam das “maracutaias” de governantes e políticos incompetentes.
Ladrões eram o Meneghetti, o Sete Dedos e o Bandido da Luz Vermelha...
Hoje, tomam conta de palácios, da representatividade e fazem seus “acertos” em votações “secretas”, que escondem de todos.
Mulheres sem compostura não dançavam em público ou no Congresso Nacional, somente na zona.
O presidente da República era alfabetizado. Falava corretamente sua língua pátria e possuia um mínimo de cultura. E gostava de trabalhar! Não fazia gastos inúteis com dinheiro público sem proveito nenhum, visando apenas o prazer de viajar... viajar....
Presidentes, inclusive na ditadura, respeitavam a “liturgia do cargo”!

Crianças, nós aprendemos a germinar feijão e algodão na escola primária e não em vôo espacial a custo de U$ 12 milhões.
Movimento social existia para ajudar a pessoa a iniciar a vida com dignidade e honestidade.
Dia da mentira só existia UM no ano, e apenas como brincadeira.
Mansão do lago era lugar de filme de suspense e não lugar onde ministro faz encontros e acertos. Caseiros não eram infinitamente mais éticos que ministros ou políticos.
Quadrilha era dança junina e não razão de existir para muitos.

O Clube dos Cafajestes era formado por inofensivos playboys cariocas e não pela metade de um País, liderados por grupos de safados ignorantes.
Com a pílula, a mulher teve os filhos que quis. E poucos!
Como não conseguimos mais sustentar a família elas foram à luta para poder pagar seus desejos e necessidades, a luz e o telefone.
Se a coisa não vai bem, a separação é fácil... difícil mesmo, hoje, é pagar a pensão!
Há mães solteiras com 12/13 anos. Depois, serão chefes de família com mais filhos de mais pais.

As pessoas de mais de 50 estão, assim, meio tontas, mas vão levando.
Muitos foram marxistas até descobrir que o marxismo é, na verdade, um imenso engodo.
Pára Brasil, que os caras de mais de 50 anos querem descer!!!
Nossa realidade está de fazer vergonha!
E o pior, será que alguém sabe o que é "vergonha"?
Às vezes penso como foi bom que grandes homens visionários tenham mesmo permanecido em sua época. Eles acreditavam que o mundo seria sempre melhor.
Imaginem a decepção deles se soubessem como estamos hoje. É bom que eles realmente descansem em paz com seu passado, pois eles não mereceriam assistir a tanta burrice, safadeza, picaretagem e “maracutaia”... como presenciamos hoje, cada vez mais indignados.
Até quando?...

Nenhum comentário: