O Bolsa-família foi criado originalmente por FHC e a Estabilização da Economia, que permite vida melhor e MELHOR RENDA aos brasileiros mais pobres
é OBRA DE ITAMAR E FHC!

- O que não se perdoa ao Presidente FHC é o seu Sucesso! -

Aos Blogueiros Decentes
Ainda que teus passos pareçam inúteis, vai abrindo caminhos,
como a água que desce cantando da montanha. Outros te seguirão...
(Saint-Exupéry)


6 de novembro de 2012

Palmeirenses...

Quando se fala em time "do coração"... é isso mesmo:
Do Coração!

Quando o time do coração perde algum jogo ou algum campeonato, a torcida se chateia (no coração), mas segue a vida.
Os Palmeirenses estão em vias de ver o seu "time de coração" em outra divisão do campeonato brasileiro (Não sou palmeirense, mas, espero que não!).
Outros "times do coração" já estiveram lá e retornaram mais fortes.
O próprio Palmeiras já esteve lá e retornou mais forte.
Mas... E dai?
Se disputar outro torneio com outros "times do coração"
Qual a diferença?
Vai continuar sendo o mesmo time "do coração"!

É óbvio que não gostaria de ver o (meu) São Paulo nessa condição, mas, se estiver lá, não alteraria um mínimo, o meu gosto e a minha alegria de ver um jogo do meu “time do coração”.
Especialmente, se nas situações que levaram a esse resultado houvesse injustiça, provocada por interpretações dos responsáveis pelo futebol.
E, friamente, podemos afirmar (basta assistir os jogos) que, muitas vezes, não há muita justiça nas "interpretações" dos responsáveis pelo futebol, especialmente o brasileiro.
Errar é... humano!
ou
Errar é... “o mano”!

Senão, vejamos:
o futebol é “comandado” e “orientado” pela fifa.
fifa é aquela instituição que domina o futebol e que, até há bem pouco tempo, tinha como um dos seus grandes e respeitados dirigentes o ex-presidente da cbf, que vendeu (rapidinho) seus bens no Brasil e foi morar (?) em Miami, por livre e espontânea vontade. eheh... ou livre e espontânea... necessidade.

fifa é aquela mesma instituição que fez a copa de futebol na África do Sul, exigiu melhorias absurdas para os estádios (enquanto o povo passa fome), criou o “progresso” momentâneo, para os africanos, ganhou uma grana absurda e deixou alguns elefantes brancos (modernos estádios) para o sofrido povo da África... se alimentar(?).
Viva 2014!
Viva a copa de futebol no Brasil!
É NÓIS!

O futebol (o tal do "ópio do povo") está "em ALTA"!
Então...
Abaixo a Saúde!
Abaixo a Segurança!
Abaixo a Educação!

Mas, deixando a fifa e voltando a coisas menos “nauseantes” (na minha opinião)

Se analisarmos com clareza, o Palmeiras foi bastante prejudicado e perdeu alguns pontos importantes no decorrer da competição, que poderiam fazer a diferença entre ficar onde está e ir para onde vai (se for).
Já o Fluminense (merecidamente o campeão de 2012), embora com todo o merecimento, foi ajudado (com pontos imerecidos), talvez na mesma quantidade dos pontos (merecidos) perdidos pelo Palmeiras.

- “Mencionar o Fluminense não vem ao caso...! Foi merecido!”
E foi mesmo!
Mas, se considerarmos a "tranquilidade" obtida com os pontos... “a mais”, fica muito mais fácil, em uma disputa, pensar e agir, utilizando qualquer estratégia, visando o objetivo final, o título.

O Palmeiras, por seu lado (ainda mais com torcedores violentos intimidando e ameaçando jovens jogadores, saídos das categorias mais baixas) e na mesma intensidade, encontra muito mais dificuldades em uma disputa, para pensar e agir (E errar!) pela intranquilidade dos pontos... a menos (como temos visto nos últimos jogos) para utilizar a mesma "naturalidade" nas estratégias, visando o objetivo final.

Muito diferente do (inegavelmente merecedor) campeão de 2012 (mas, ajudado em alguns pontos, imerecidos).


A verdade é que o "time do coração" vai continuar sendo apoiado pela torcida que gosta do futebol.
Palmeirenses...
Em qualquer condição eu teria o mesmo carinho e continuaria com o mesmo orgulho do meu time “do coração’, afinal, os responsáveis pelo time do coração não são “os torcedores de coração”, como entende o torcedor da arquibancada.

Melhor avaliar como é a “política” e quem elege os... “governantes”... do nosso time “do coração”.
Será que os sócios do Palmeiras são iguais aos eleitores brasileiros?

Pela minha... “leitura” (alguns se realizam ao usar o termo), criticaria, somente, o apoio de jogador do Palmeiras nas eleições de São Paulo, dado ao candidato (eleito) imposto pelo maior pé-frio que já apareceu nesta terra descoberta por Cabral (o que merece o meu respeito), desde então!

Nenhum comentário: