O Bolsa-família foi criado originalmente por FHC e a Estabilização da Economia, que permite vida melhor e MELHOR RENDA aos brasileiros mais pobres
é OBRA DE ITAMAR E FHC!

- O que não se perdoa ao Presidente FHC é o seu Sucesso! -

Aos Blogueiros Decentes
Ainda que teus passos pareçam inúteis, vai abrindo caminhos,
como a água que desce cantando da montanha. Outros te seguirão...
(Saint-Exupéry)


4 de setembro de 2010

O que não se perdoa ao ex-presidente FHC é o seu sucesso!

"Sem perdão" é o título do texto.
Poucas vezes vi (recomendo muito a leitura) texto tão correto, tão justo e tão perfeito sobre uma das maiores injustiças que a política brasileira e o povo brasileiro ingênuo cometeram e cometem, com um dos políticos mais bem sucedidos da história...
Basta analisar o governo de FHC e o que temos hoje no Brasil ainda herança de FHC!
BENDITA HERANÇA... BENDITA HERANÇA de FHC!
Imaginaram a inflação absurda, da época, no governo atual?
Imaginaram o Brasil no governo atualsem PROER?
Imaginaram 6 crises mundiais gravíssimas (como teve FHC) no governo atual?
BENDITA HERANÇA... BENDITA HERANÇA DE FHC!

J. R. Guzzo é o autor, na Revista Veja (2180 - 1 de setembro de 2010 ), desse verdadeiro RESGATE de merecimento e respeito, que todo brasileiro DEVE TER com FHC.
A maior "culpa" de FHC é, realmente, seu sucesso!
Diz o texto:
O Brasil, por força de teimosa tradição, não convive bem com o Êxito; na célebre definição de Tom Jobim, sucesso, por aqui, é "insulto pessoal".

FHC "insultou" a todos os brasileiros frustrados, com seu sucesso, com sua dignidade, competência, intelectualidade, diplomacia, respeito ao povo brasileiro e, principalmente, RESPEITO ao cargo que ocupou!
O presidente Lula, por várias vezes, desafiou FHC para um confronto dos seus governos...
Quando FHC, de saco cheio, aceitou o desafio... Lula desistiu do desafio.
e Fez bem o presidente atual:
Não há a mínima possibilidade de comparar o sucesso de FHC com o governo Lula.
Todos que possuem algum discernimento sabem disso!

Diz o texto de J. R. Guzzo:
Seus adversários, no PT e no governo do presidente Lula, tentam demonstrar diariamente que Fernando Henrique continua sendo, oito anos após deixar a Presidência, o inimigo número 1 do povo brasileiro.
Quase todos que DEVERIAM estar ao seu lado fazem tudo o que podem para esconder que têm, ou tiveram, alguma coisa em comum com ele, qualquer que seja.
Por que isso?
A hipótese mais provável é talvez a mais simples:
O que não se perdoa ao ex-presidente FHC é o seu sucesso.

Para encerrar, destaco:
Mais que tudo, porém, foi vendida e comprada a LENDA segundo a qual ele deixou o país "em ruínas" e passou uma "herança maldita" para o presidente atual.
(Falta ao governo Lula mostrar ONDE a herança de FHC é... "maldita"!)
Mas o que aconteceu no mundo dos FATOS foi exatamente o contrário. A verdade é que pouco do que existe de positivo no Brasil de hoje não está ligado, de alguma forma, aos dois períodos de Fernando Henrique na Presidência.
Não é preciso complicar as coisas. Foi no seu governo que finalmente encarou e venceu a inflação no Brasil - ou teria sido em algum outro?
Em cima desse alicerce, no qual não se mexeu em nada, foi construída a casa que está de pé até hoje, a começar pelos aumentos reais de renda que tiraram milhões de brasileiros da pobreza e que agora são descritos como a maior conquista da história nacional.
Para isso não há perdão.

Agradeço ao J. R. Guzzo pela lucidez.
E pergunto:
POR QUÊ o governo atual toma como suas as realizações de Fernando Henrique Cardoso?

Procurem a Revista Veja (2180) e leiam o texto completo.
Vale ler!

Nenhum comentário: